Histórias pra Contar Básico – Storytelling para o trabalho e a vida

Desde o início da humanidade, as histórias têm sido usadas para passar adiante o que de melhor vivemos ou aprendemos no curso da vida. São elas que nos alertam, nos inspiram, nos sustentam. Ainda assim, nem sempre conseguimos ver com clareza a nossa própria história. Nem conseguimos encontrar nela – e nos seus acontecimentos – um sentido que nos ajude a seguir adiante. Falar de histórias é falar da vida e de seus desafios, de encarar a verdade dos fatos e encontrar força e significado neles. Tanto nas histórias que contamos aos outros. Quanto nas histórias que contamos a nós mesmos. Nesse curso falaremos sobre storytelling, a arte de contar de histórias, aprendendo as suas ferramentas tanto para usá-las na vida profissional, quanto como instrumento de autoconhecimento e transformação pessoal.

O que você vai aprender com este curso

- AULA 01: HISTÓRIAS E TRANSFORMAÇÃO

Somos feitos de histórias. Somos feitos para ouvir histórias.

Somos parte da história da nossa família. Somos parte da história do nosso tempo. Cruzamos a nossa história com a história de outras o tempo todo. Não há civilização nem religião conhecida que não se baseie numa história. Nesse módulo falaremos sobre como as histórias fazem parte da vida humana e de como as pessoas são biologicamente preparadas para gostar de Netflix. História para contar: a de Sherazade e de como ela salvou a própria vida e a de muitas mulheres contando histórias.

- AULA 02: RISO E CRIAÇÃO

Quebrar as resistências. Conquistar os corações.

Nascemos criativos e vamos sendo desencorajados a criar ao longo da vida. Ainda assim, continuamos criando. Por prazer, por estratégia, por sobrevivência. O valor da criatividade na Ciência, na vida pessoal e na resolução de problemas. Restrição e criação. A medida da inovação. A construção de um universo de referências. História para contar: uma criação coletiva.

- AULA 03: O CONFLITO É PAI DA HISTÓRIA

O conflito como base das histórias. O conflito como convite à transformação na vida.

Não há história sem conflito. Como não há vida sem (enormes) desafios. Contar histórias é sobre como olhar os problemas, por maiores que sejam, como oportunidades de crescimento.  Personagens e pessoas tendem a inércia. Falar de histórias é falar do movimento que algum conflito causa e de como o personagem (e a pessoa) crescem quando enfrentam o conflito de frente. Falaremos de zona de conforto e automatismo. Sobre o pecado de ser morno. O bloqueio da zona de medo e resistência. A zona de aprendizado e crescimento. História para contar: Viktor Frankl e a história que contou para si mesmo para sobreviver ao campo de concentração.

- AULA 04: PERSONA E PERSONAGEM

E falta só falar…

A diferença entre persona e personagem e para que servem no storytelling.

Nesse módulo falaremos da construção de um personagem, de uma persona e do personagem que construímos para nós mesmos. A persona como instrumento empático. O personagem como elemento de sedução. Qualidades, defeitos, desejo, ferida e superação. História pregressa e influência. Movimentos e externos. Conflito revela personagem. “Gostamos de um personagem não pelo o que acontece com ele, mas pelo o que ele faz com o que acontece com ele.” Vulnerabilidade e empatia. Os personagens que amamos. Os que detestamos. Que personagem temos sido? Que personagem gostaríamos de ser? História para contar: a Legenda Áurea e de como a Igreja recuperou fiéis reunindo as histórias dos santos.

- AULA 05: VIDA E INSPIRAÇÃO

O poder de transformação das histórias pessoais.

Felicidade, sofrimento, perdas e ressignificação fazem parte tanto da vida quanto das histórias. Como transformar em histórias de inspiração o vivido. A partilha. O relato em primeira pessoa. A narrativa de sentido. Construção da narrativa de sentido pessoal como ponte para um próximo capítulo da vida. Que história que você conta a si mesmo sobre o que aconteceu na sua vida? História para contar: a do rabino que perdeu todos os filhos no campo de concentração

- AULA 06: PRINCÍPIO, MEIO E FIM

Como começar, desenvolver e concluir uma história.

Modelos básicos para construir uma história. Tipos de história que podemos usar. Apresentação, complicação e resolução. A importância da apresentação, da antecipação e da recompensa. A divisão em atos. O paradigma de Syd Field e os pontos de virada. Desenho do mapa da história. Apresentação dos personagens e universo de uma história. Quais são as suas motivações e obstáculos. Ritmo e objetivo. Os segredos para manter a atenção do público até o final. Desenho do mapa da história. História para contar: qual história você está contando?

- AULA 07: ESTRUTURAS MÍTICAS

Qual é a sua aventura?

As estruturas míticas presentes na maioria das histórias e como podemos usá-las para construir histórias (e rever a nossa própria). A Jornada do Herói, e a transformação da comunidade. A Jornada da Heroína, e a mudança interior. A Promessa da Virgem e a coragem de brilhar. Qual é a sua aventura? Quais são os seus obstáculos (externos e internos)? Em que ponto da aventura você está? História para contar: Frozen, a princesa que não é salva pelo príncipe e tinha medo da sua própria força.

- AULA 08: APRESENTAÇÕES

Essa história de falar em público

Fazer uma apresentação no trabalho, iniciar uma live do Instagram ou participar de uma conversa em um podcast é uma necessidade cada vez mais presente no mundo atual. Ainda assim, segundo uma pesquisa do “Sunday Time”, falar em público é o maior medo das pessoas, maior que ter problemas financeiros, ficar doente ou até morrer. Nesse módulo falaremos sobre como enfrentar o medo de falar em público. E como montar uma apresentação boa de ouvir, no formato TED, e os recursos que podemos usar para passar bem – sem passar mal – o que queremos dizer. História do dia: a de como Viktor Frankl descobriu que não tinha o direito de ficar calado

Agenda

Online – Ao vivo Zoom

Datas – Sábado (10h30 às 12h00) – 01h30/aula

Carga horária: 12h

24/10 – AULA 1

31/10 – AULA 2

07/11 – AULA 3

14/11 – AULA 4

21/11 – AULA 5

28/11 – AULA 6

05/12 – AULA 7

12/12 – AULA 8

Professor(a)

Maria Helena Alvim

Publicitária, roteirista e escritora, com trabalhos no Brasil e na Itália. Trabalhou como criativa em diversas agências de publicidade (Wunderman, Salve Worldwide, Iris, Babel Azza) e também como autora-roteirista na Rede Globo (Domingão do Faustão e Fantástico), Rede TV! (Zuzubalândia) e Record/FOX (Avassaladoras). Trabalhou ainda na Itália, na YAM112003, braço de novas mídias da Endemol International, onde criou diversos formatos e foi autora de Bonsai TV (Babel, Lost in Translation e Massimi Sistemi).  É professora de Roteiro e Storytelling no Guará Estúdio e do curso online História pra Contar, Storytelling para o trabalho e a vida da Oficina Viva. É formada em Publicidade e Propaganda pela ECA-USP (2001), fez a Oficina de Autor e Roteirista da Globo (1997), estudou Cinema e Enogastronomia no Media Food Lab (2006, Bracciano, Itália) e Produção Criativa na Scuola TV Mediaset (2007, Roma, Itália).